DOPPLERFLUXOMETRIA

A dopplerfluxometria da artéria uterina é usualmente utilizada às 11/13 semanas ou às 20/23 semanas de gestação como teste de rastreio na pré eclampsia. Este teste de rastreio pode ser realizado em todas as grávidas ou em grupos de risco, mulheres com hipertensão, grávidas com história de gestação de risco, mulheres muito jovens ou outras indicações.

O rastreio com alta resistência ou com existência de "notches" permite identificar as mulheres de alto risco e dar um acompanhamento mais adequado e contínuo.

O Doppler fetal é muitas vezes utilizado nos fetos de alto risco e que requerem uma vigilância obstétrica bastante elevada: restrições do crescimento, líquido amniótico reduzido, redução dos movimentos fetais, hipertensão ou diabetes).

Os vasos fetais mais comuns de analisar são: artéria umbilical, artéria cerebral média e o ducto venoso.

INDICAÇÃO GINECOLÓGICA:
- Avaliação dos miomas
- Análise de ovários funcionantes
- Estudo de massas suspeita de neoplasias
- Diagnóstico de doença trofoblástica invasora

INDICAÇÕES OBSTRÉTRICAS:
- Fetos com alterações de vitalidade
- Fetos com retardo de crescimento
- Doença hipertensiva da gravidez
- Gemelaridade
- Feto com doença hemolítica
- Feto de mãe diabética
- Feto com mal-formações

Outros Serviços